isaac julien

midnight sun (playtime), 2013

fotografia em papel endura ultra

160 x 240 cm

Press Release

+

A Galeria Nara Roesler tem o prazer de apresentar Playtime, a segunda exposição individual de Isaac Julien na galeria, com abertura em 09 de outubro. Um dos artistas mais conceituados de nosso tempo, Julien foi indicado ao Prêmio Turner em 2001, e recebeu inúmeros prêmios de destaque incluindo o Prêmio MIT McDermott (2001), a Bolsa Rockefeller de Humanidades (1995) e o Prêmio da Semana da Crítica do Festival de Cannes (1991). O britânico apresentará seu novo e mais ambicioso projeto: Playtime (2013).

 

A narrativa faz uma crítica contundente ao capital por meio de suas relações com o mundo da arte e os indivíduos. Construída em três partes, se passa em lugares icônicos da crise econômica que assolou o mundo em 2008: Londres, onde o sistema bancário entrou em colapso; Reykjavik, capital da Islândia, país que teve sua economia arrasada em duas semanas graças a uma sucessão de erros estratégicos na condução dos efeitos da crise em seus três bancos; e Dubai, centro financeiro do Oriente Médio.

 

Representando diferentes aspectos da questão levantada por Julien, seis personagens são construídos arquetipicamente: o Artista, o Investidor, o Leiloeiro, a Copeira, o Negociante de Arte e a Repórter. Playtime explora a forma particular como cada um desses personagens é afetado pelo capital e pela crise econômica mundial.

 

Numa organização global em que as relações se dão cada vez mais por meio de negócios e de transações econômicas, qual o papel do ser humano? Em sua narrativa, Playtime se apropria de locações de luxo que beiram a esterilidade por seu artificialismo harmônico e calculado. Nelas, as pessoas parecem nunca estar propriamente à vontade senão quando representando um papel no jogo financeiro.

 

Além dos cenários, figurinos e todos aspectos técnicos revelarem apuro na realização, o cast de atores conta com nomes de primeira linha, inclusive do cinema, a exemplo de outras produções de Julien, como Ten Thousand Waves (2010). Encabeçado por James Franco, o elenco traz ainda Maggie Cheung, Mercedes Cabral, Colin Salmon e Ingvar Eggert Sigurðsson, com Simon de Pury.

 

Depois de passar por diversas cidades ao redor do mundo, como Londres, Nova York e Sidney, é a vez de São Paulo receber Isaac Julien e seu refinado Playtime.

Vistas da Exposição

+